Destrinchando Giselle

[com voz de apresentadora de talkshow] Giselle… Um clássico é um clássico, né, amores? Vemos mil vezes e não enjoamos. Sabemos de cor cada movimento, cada música. Assistimos à diversas montagens diferentes. E, se você é nerd como eu e como minha belíssima convidada: Sarah Prado, câncer com ascendente em capricórnio, phD em comentários nesse blog, provavelmente já se questionou uma ou duas coisinhas nessa história toda.
[Sarah entra ao som de uma salva de palmas]

Pois, meu caro leitor nerd*, para sua alegria (ou não) e para o nosso alívio (afinal), semana que vem será dedicada à uma análise ~profunda ~ do ballet Giselle.

°°°

*Se em plenos 2017 você ainda lê blog de ballet, você é nerd, não negue. Bem vibdo ao clube! Aqui sua carteirinha. Tem biscoitinhos ali na mesa, fique à vontade 🙂

ººº

(+sarah)

Oi, gente!
Eu sou a Sarah, prazer, e se você é um(a) frequentador(a) assíduo(a) do blog com certeza já deu de cara comigo pirando nos comentários. Juro que sou legal.

Então. Eu amo Giselle, assim como todas as bailarinas que eu conheço (OI, CÁSSIA! acena <3). Um dia desses estava assistindo a esse ballet pela milésima oitava vez (a versão do Bolshoi de 2015, com a Svetlana Zakharova e o Sergei Polunin, caso alguém tenha ficado curioso) e tive um insight, me caiu a ficha de uma coisa que me deixou louca da vida, então vim aqui desabafar. Não vou contar o que é pra não dar spoiler dos próximos posts (DEUS TÁ VENDO VOCÊS IREM ATRÁS DOS MEUS COMENTÁRIOS, PAREM DE TRAPACEAR). Resumindo: falei com a Cyndi sobre o assunto, criamos um tema pra post, mas conversa vai, conversa vem e um tema deu origem a sete.

“Cyndi, por que então a gente não aproveita que outro dia mesmo foi aniversário da estreia de Giselle e tiramos uma semana só pra falar sobre isso?”

“Boa ideia!”

E assim nasceu o projeto (ui, que chique) “Destrinchando Giselle”. Ao longo dessa semana vamos analisar e discutir vários aspectos desse que é um clássico dos repertórios e convidamos vocês a se juntarem a nós, quem sabe aprenderem um pouquinho e, por que não?, compartilharem o que sabem também!

Esperamos que gostem! Até o próximo post!


Os links serão atualizados assim que disponíveis 😉

Destrinchando Giselle I – Senta que lá vem história

Destrinchando Giselle II -Giselle, fina flor do campo

Destrinchando Giselle III – Meu nome não é Johnny

Destrinchando Giselle IV – Friendzone

Destrinchando Giselle V – Loucura, som e fúria

Destrinchando Giselle VI – Documentário investigativo: Myrtha, Zulma e Moyna

Destrinchando Giselle VII – Curtain Call

 

Anúncios

Comenta. É grátis! :-D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s