Anatomy of a dance, NYCB

O canal do New York City Ballet fez uma série de vídeos intitulada “anatomia de uma dança”, que são trechos de ballet comentados pelos bailarinos. É superbacana! Eles falam do que é difícil ou fácil, de como eles trabalharam pra fazer tal passo, ou o que os inspirou etc.

O que eu mais gostei, dos que vi, foram dois do pas de deux do terceiro ato de A Bela Adormecida, um com comentários da bailarina, Tiler Peck, e o outro do mesmo trecho com comentários do bailarino, Tyler Angle (engraçado, né? Nome unisex… hehe). Uma aulinha de pas se deux!

Como eles falam inglês, fiz o meu melhooooor pra ~traduzir~ pra vocês. Perdoem qualquer coisa. E quem notar algum errinho, avisa nos comentários 😉

Ah, também é legal assistir ao pas com a atenção voltada a quem está falando e imaginar que essa voz está na cabeça deles, hehe.

0:01 Meu nome é Tiler Peck e eu estou dançando o papel de Aurora, em A Bela Adormecida. Eu acho que A Bela Adormecida é, de longe, o papel mais difícil para a bailrina no repertório [creio que ela se referiu ao repertório da companhia]. Ele me assusta e me anima toda vez. (~essa parte eu nao entendi bem)

0:20 No pas de deux do casamento é a primeira vez que me sinto confortável e “em casa” e “graças a Deus sobrevivi até aqui”! Eu relaxo e só aproveito dançar com o Tyler [Angle].

0:37 Essa pirueta é, na verdade, mais difícil do que parece. Quero dizer, tudo [os passos] é fácil, mas por causa da direção que você vai no penché.., assim, não muita gente pode fazer isso com uma mão.

0:58 Com o tutu é bem difícil pra o partner ver suas pernas e saber onde está seu equilíbrio. Isso é uma habilidade que o Tyler tem, ele tem um senso natural pra isso.

1:16 Essa sequência é bem fácil. Você só tem que aproveitar o momento, e ficar no ar, e tentar pensar no seu port de bras.

1:31 E então, as famosas pescadas. Você realmente tem que descobrir com seu partner [acho que ela disse] se isso vai parecer ousado e emocionante mas, ao mesmo tempo, tem um controle que vocês tem que [hm..] ~lacrar.

1:48 Honestamente, é meio doido, na pirueta, ele tem que me pegar já caindo pra frente, e eu não sei como acontece, mas acontece de algum jeito!

1:59 Essa é a última [pescada] e é quando você tá pensando “graças a Deus as duas primeiras foram bem, só falta uma”! Meio que faz seu coração feliz, especialmente quando todas vão bem!

0:01 Meu nome é Tyler Angle e aqui eu estou dançando o pas de deux do casamento de A Bela Adormecida. Eu sou o príncipe Désire e minha Aurora é a Tiler Peck.

0:12 Esse é um ballet meio estressante, porque é muito rígido [ele quis dizer, aqui, muito coisa ~de corte, sabe? Gente de castelo e nobreza e tudo o mais], é sobre executar apropriadamente os passos. É um trabalho bem tradicional, e você percebe isso em muitos movimentos, é bem evidente que isso [a história] aconteceu num ambiente de corte.

0:35 Aqui é um movimento meio complicado no pas de deux. Ela dá dois passos pra pirueta, grand rond de jambe indo pra um penché, e faz tão bem!, ela sabe exatamente onde seu peso deve ficar, assim eu consigo fazer os dois promenades com uma mão.

0:54 Num ballet tão icônico, onde tantas pessoas dançaram por tantos anos, é interessante achar onde nossa individualidade aparece.

1:03 Aqui, por exemplo, você vê que a Tiler, ao invés de parar abruptamente o braço no fim da pirueta , meio que para o braço e continua crescendo com a mão.

1:15 Esses levantamentos não são difíceis, quero dizer, há alguns detalhes técnicos, como você tem que levantar a bailarina na sua frente, então ela não fica diretamente no seu peito, mas a jaqueta é tão, tão pesada! Não dá pra notar daqui, mas ela é cheia de linhas de ouro e pedraria, o que faz os levantamentos ficarem mais difíceis.

1:36 E essa é a famosa diagonal das pescadas. Você tem que usar o momento que já existe no giro pra meio que não empurrar as pernas dela, então é basicamente uma pegada, e não um levantamento.

1:49 Eu tento fazer o passo em um movimento [(gente, reparem que ainda tem um dégage, socorr)], que assim a perna de baixo não balança debaixo dela e a perna de cima não mexe. A gente tenta não mexer aqui.

2:00 Eu acho que foi um processo bem legal, nós trabalhamos duro por muito tempo, então nós fomos capazes de chegar a um ponto onde estávamos confortáveis e gostar de nós mesmos no palco.

°°°

Eu amei essa série! Acho que vou fazer outro post assim, mais tarde. 😊

Chá das quatro

Um teeempo atrás, fiz um post sobre o Pas de Quatre que eu 1. amo 2. gosto de imaginar o babado que foi na época 3. queria dançar tudo 4. partilho o sentimento com mais três amigas – unidas pela dança – de que nós deveríamos dançar juntas, cada uma já encaixadinha nos papéis.

Esse ballet foi criado em 1845, reunindo as maiores bailarinas do tempo: Marie Taglioni, Fanny Cerrito, Carlotta Grisi e Lucile Grahn (que foi chamada pra substituir uma recusa da maior rival das quatro, Fanny  Elssler).

(Todo mundo era meio rival, na verdade, oloko)

Nessa época, as bailarinas eram idolatradas. Imaginem a briga de egos! Imaginem o frisson da estreia! As coreografias foram criadas pra exibir o melhor de cada uma. Pra não ter briga, foram ordenadas por ordem de idade, da mais nova para a mais velha. O figurino é praticamente igual, só mudam as flores no cabelo, imagino que pra facilitar a identificação, e que a Taglioni usa joias.

Nesta versão, a bailarina não usa:

Esse vídeo está completinho, com as variações e a coda, mas eu também vou postar s variações separadas pra ficar mais fácil. Aqui, aqui e aqui outras filmagens, com bailarinas brilhantes de outras épocas.

Lucile Grahn

A bebê do grupo, prodígio. A variação é bem serelepe!, tem muito entrechat quatre e é muito vívida. Essa seria eu, a mais novínea das quatro.

Carlotta  Grisi

Gosto dessa variação, é uma delicadeza! E bem difícil também, hehe. Dizem que ela foi uma grande intérprete de Giselle e creio que essa variação é bem a cara da camponesa mesmo, alegre e doce!

Fanny Cerrito

Olha que dó de variação curtinha (mas gostosa) e ainda divide um comecinho com as outras. Mas ela devia ser muito musical e ter saltos lindos, porque a variação pede. Ah, ela foi muito reconhecida como coreógrafa também, uma proeza pra uma mulher daquele tempo!

Marie Taglioni

“Dona” da coisa toda. Não vou com a cara dela MAS o figu tá show de bola! Queria colarzinho de pérolas também. </3 É a variação que menos gosto, hehe. Como ela foi muito reconhecida pelo papel em La Sylphide, a variação parece uma extensão da atuação dela.

E então, pessoas, o que vocês acham que aconteceu? Será que teve muita intriguinha? Ciúmes? Eu, se fosse a Fanny, não ia gostar de ter um variação menor assim… porque será que só a Taglioni usa pérolas?

Sexta-feira no globo repórter

°°°

Migues, as vidas delas foram muito agitadas, pelo visto. Os links nos nomes (todos em inglês) tem uns detalhes bem legais e eu tô é chocada.

°°°

Cooontem qual seria a variação de vocês pra gente montar outros castings! Hahah

Vale você e três amigues de verdade, ou três bailarinas famosas, ou quem você queria que reunissem hoje.

Eu reuniria minhas bebês do Royal, hehe, não é novidade! ❤

21

Meu aniversário já passou, sim.  E eu vou usar aquela velha desculpa da falta de tempo.

MASSSS, cá estou eu! eee!

Esse ano, resolvi me dar de presente uma semana em SP, porque da outra vez que fui fiquei só um tiquinho e não aproveitei. E não vou mentir: um dos motivos de voltar (além da cidade ser maravilósa) era poder conhecer minha fadinha, a Cássia!

Uma semana depois do meu cumpleãnos, lá fui eu. E conheci a Cássia no dia seguinte. Foi um dia tão legal, tão maluco! Ela é menorzinha do que eu esperava, mas é fofa como eu conhecia mesmo. TÁ AÍ, CASSINHA? TE NHAMO! ❤

Umas fota agora pra provar que não é história de pescador

tem ballet em sp!

obrigadinha a todo mundo que ainda passa por aqui. OI, SARAH! BJO!

Para não dizer que sou eu quem diz…

Comprei o livro Tatiana Leskova – uma bailarina solta no mundo, de Suzana Braga (Globo, 2010). Finalmente um livro de ballet, hehe! Pra quem não conhece, Tatiana ajudou a escrever a história da dança no Brasil. O livro conta a história dela desde seus bisavós, figurões importantes, até.. bem, não terminei de ler.

Ainda bem que esse post não é uma resenha. É só pra registrar que concordo com Tatiana quando ela diz que

[…] O grande problema de hoje é a falta de cultura. São pessoas com técnicas limpas, às vezes lindas, mas sem conhecimento. Então ficam incapazes de expressar algo, sem emoção, são bailarinos ocos.

Suzana Braga, 2010, p. 190

 

Pois a gente vem dizendo há tempos, né, madame Leskova?!

Procrastinação

Uma coisa que eu gosto muito de fazer é, quando estou atolada de tarefas de todos os tipos, fazer uma totalmente sem importância na hierarquia. Tipo tirar um cochilo de seis horas, fazer um faxinão no quarto, costurar uma saia, fazer um post engraçadinho pro blog, etc.

Eu tava escrevendo o post sobre meia-calça, MANS ele tava muito brabo. Pedi conselhos à minha fada madrinha, armazenei tudinho e agora tô esperando ficar maduro. Já já sai.

Então dia desses eu tava pensando nas protagonistas dos ballet que a gente ama. E eu também sou doida nos signos (mas, gentemm, não sei muito sobre isso não. pra saber direitinho tem que estudar, e eu tô correndo de estudar sem ser o que devo esse semestre). Resolvi brincar um pouquinho com tudo isso porque, bem, eu tô procrastinando.

aries-01

É porque é barraqueira e ciumenta. Hahah, brincadeira!
Não, é por isso mesmo.

touro-01

Todo mundo sabe que taurino ama comer (o tio dela sabe), e ele leva a moça pra um REINO DE DOCES! Mas quem não quereria, né non?

gemeos-01

Gêmeos tão sempre mudando (assunto, opinião, humor),
Odette tá sempre mudando (princesa, cisne, princesa, cisne).

cancer-01

Fia, mas imagina o chororô! Heheh. É porque ela tem muito amô pra dar.

leao-01Bixa dramática que é sempre o centro das atenções.
O que é aquela entrance dela? EXIBIDA. Amo ❤

virgem-01Desculpa, mas com ela é tudo nos trinques, tudo perfeito.
Já viu a última variação? É disso que tô falando.

libra-01A que vai atrás do que é mais bonito. A charmosa. A mais cute.

escorpiao-01Escorpião é tudo safado. Sem mais.

sagita-01Sagitarianas são divertidas e espontâneas. Lise devia ter mais de trinta
pra já ter casado, porque essas não são moles de agarrar.

caprica-01Capricórnio é sempre a que venceu na vida. Quem era cigana
e ganhou uma fortuna de herança? PAQUITA!

aquario-01Sei bem. Cê tem um caso com o cara lá, aí cê morre, e aí cê aparece
pro cara depois de um ópiozinho? Tamo de olho, aquariana.

peixes-01A iludida do amor eterno, do príncipe perfeito.
Gente, cês são umas fofas, continuem.

°°°

Digam aí qual o signo e o ballet de vocês, quero ver se acertei, hahah!