Uva verde

Vocês já ouviram a fábula da raposa e das uvas?

É basicamente sobre como a gente desdenha algo que quer muito, porém não o tem.

Daí eu tava pensando no meu passo de ballet uva verde! Hahah! É aquele que eu sei que eu não vou conseguir nem por reza braba mas que eu queria muito muito fazer direitinho, porque parece muito legal.

Quem adivinha?

*suspense*

O sissone da Kitri!

Não sai por nada! Me sinto extremamente desengonçada, parece que nunca saltei na vida. E olha que meus saltos nem são ruins, mas esse…

Unf.

UVA VERDE!

E eu tenho minhas dúvidas se, com bastante treino, isso sai um dia. Tem coisa que simplesmente não é pra gente, hahah!

°°°

(Pra quem quiser: algumas dicas aqui, em inglês. Pra quem quiser, porque eu já larguei de mão mesmo)

Anúncios

Shall we dance?

Enquanto outro post com significância não sai, bora ver minhas danças favoritas em filmes/musicais

Shall we dance?, de O rei e eu

 

The Laendler, de A noviça rebelde

 

Good Morning, de Cantando na chuva

 

=) Vocês também gostam? Quais são seus favoritos?

 

Cheek to Cheek, de O picolino

 

Os pedestais e o respeito

Olá, minhas gentes. Post de hoje não é bonitinho não.

É muito incoerente quando a pessoa diz que a dança é pra todos, “todo mundo pode dançar, faz bem pra alma e pro corpo”, mas coloca mil obstáculos quando o mundo coloca o pé na sala de aula. não é?

A gente sabe que ballet é elitista, sempre foi… mas não quer dizer que ainda tem que ser.

O respeito que se cobra pela dança é algo meio assustador, pelo menos pra mim. Colocando tantas obrigações, tantas regras, imposições, disciplina, etiqueta e etc, limita-se imensamente a entrada de pessoas na dança. E onde fica aquele discurso de “todo mundo pode dançar”?

Parece que, ao colocar a dança num pedestal, com status de divindade maravilhosa demais para esse mundo, esquecemos que os praticantes são humanos de mil jeitos. Esquece-se totalmente que as pessoas enfrentam obstáculos diferentes, tem objetivos diferentes, tem o dia a dia diferente e condições diferentes!

Claro, você pode dançar… se tiver como manter o uniforme impecável. se seu coque estiver perfeito. se você não questionar seu professor. se você não faltar às aulas e manter o silêncio enquanto estiver nela. lembre-se: a dança é muito maior que você. se você for um perfeito robô, ela talvez te acolha.

Não dá pra mim. Fica a impressão de que se quer tirar tudo de humano e imperfeito de uma das coisas mais humanas que existe!

Também não quero confundir as coisas, pera lá: dá pra ter respeito e disciplina sem esse rigor todo. dá sim! Uma coisa é você rir quando cai da pirueta, outra é conversar quando o professor está falando. Uma coisa é um rasgo na meia, que não fere ninguém (apesar de feio, hehe), outra é desrespeito com o uniforme da escola – se tiver -, ou roupas que não são adequadas. Uma coisa é você chegar atrasado por algum motivo grande, outra é fazer corpo mole.

Claro que a gente tem que respeitar a dança e quem tem a vida voltada para ela, mas pedestal já é demais!

Falo tudo isso porque fiquei sabendo de um caso, que aconteceu num curso/workshop/oficina (não sei direito o nome disso, mas coisa de uma semana) com uma professora muito prestigiada. Ela mandou a moça sair da sala porque a sapatilha dela estava somente amarrada, e não costurada, e fez o discurso do respeito. Eu achei absurdo! Que tipo de entidade é essa que não perdoa nada? Será a dança mesmo, ou a soberba das pessoas dentro dela?

Por isso e outros que a gente tem fama de metidos, hehe.

Eu não entendo como, numa escola não-profissionalizante, é cobrada tanta disciplina para alunos que estão ali por prazer. Vocês não me conhecem muito, mas eu tenho mil hobbies. Acontece que eu fico totalmente obcecada por eles por alguns meses; então, vou desapegando aos poucos, até largar de vez. Não que eu domine tudo, longe disso. Mas é que após um tempo de dedicação, minha cobrança para comigo mesma é maior. Aí eu perco o prazer da atividade.

Sei lá que curva loca na vida foi essa que eu não enjoei do ballet. Mas uma coisa é certa: não me cobro tanto assim a ponto de perder o prazer. Não deixo de rir de uma falha minha, e espero nunca deixar.

Mas também tem outra coisa: nunca coloquei o ballet num pedestal. Amo de paixão, mas pedestal… já é demais.

°°°

eu faço esses textos com sangue quente e talvez fiquem meio confusos. mas é que se eu revisar, não publico, e o déficit de post aqui é mato.

 

Da vida

A ilustradora Alysa Scott fez uma série de gifs que relaciona dança e natureza. Eu morri nos amores! tava lá no meu tumblr, esqueci de trazer pra cá. Hoje, procurando imagens bacanas pro tema novo do blog (cês repararam, genten?), me deparei de novo com eles e AW TÃO FOFOS

ó só

Fogo

tumblr_o1osjxfw1x1rc860go2_r1_500

Terra

tumblr_o1w4tjhqvy1rc860go2_r1_500

Água

tumblr_o21f0qdlcl1rc860go2_r1_500

Espaço

tumblr_o4ikvhnpv61rc860go2_r1_500

Vento

tumblr_o4zazpjbbd1rc860go2_r1_500

Luz

tumblr_o5fo39osro1rc860go1_500

Não são foufos? Eu só queria uma coisa: saber os ballets que ela retratou! Alguém arrisca? hehe

Procrastinação

Uma coisa que eu gosto muito de fazer é, quando estou atolada de tarefas de todos os tipos, fazer uma totalmente sem importância na hierarquia. Tipo tirar um cochilo de seis horas, fazer um faxinão no quarto, costurar uma saia, fazer um post engraçadinho pro blog, etc.

Eu tava escrevendo o post sobre meia-calça, MANS ele tava muito brabo. Pedi conselhos à minha fada madrinha, armazenei tudinho e agora tô esperando ficar maduro. Já já sai.

Então dia desses eu tava pensando nas protagonistas dos ballet que a gente ama. E eu também sou doida nos signos (mas, gentemm, não sei muito sobre isso não. pra saber direitinho tem que estudar, e eu tô correndo de estudar sem ser o que devo esse semestre). Resolvi brincar um pouquinho com tudo isso porque, bem, eu tô procrastinando.

aries-01

É porque é barraqueira e ciumenta. Hahah, brincadeira!
Não, é por isso mesmo.

touro-01

Todo mundo sabe que taurino ama comer (o tio dela sabe), e ele leva a moça pra um REINO DE DOCES! Mas quem não quereria, né non?

gemeos-01

Gêmeos tão sempre mudando (assunto, opinião, humor),
Odette tá sempre mudando (princesa, cisne, princesa, cisne).

cancer-01

Fia, mas imagina o chororô! Heheh. É porque ela tem muito amô pra dar.

leao-01Bixa dramática que é sempre o centro das atenções.
O que é aquela entrance dela? EXIBIDA. Amo ❤

virgem-01Desculpa, mas com ela é tudo nos trinques, tudo perfeito.
Já viu a última variação? É disso que tô falando.

libra-01A que vai atrás do que é mais bonito. A charmosa. A mais cute.

escorpiao-01Escorpião é tudo safado. Sem mais.

sagita-01Sagitarianas são divertidas e espontâneas. Lise devia ter mais de trinta
pra já ter casado, porque essas não são moles de agarrar.

caprica-01Capricórnio é sempre a que venceu na vida. Quem era cigana
e ganhou uma fortuna de herança? PAQUITA!

aquario-01Sei bem. Cê tem um caso com o cara lá, aí cê morre, e aí cê aparece
pro cara depois de um ópiozinho? Tamo de olho, aquariana.

peixes-01A iludida do amor eterno, do príncipe perfeito.
Gente, cês são umas fofas, continuem.

°°°

Digam aí qual o signo e o ballet de vocês, quero ver se acertei, hahah!

ano novo, espero

olá, queridos persistentes leitores!

esse ano não foi nem um pouquinho fácil (e qual foi, né?!) e eu postei quase nadica! /envergonhada feat. entristecida

vou tentar, de coração, postar mais ano que vem. mas não garanto, porque finalmente vou dar início ao tcc (HEAVEN SIGHS), então nunca se sabe. mas a tentativa haverá.

então vou agradecer a esses meus queridos leitores persistentes, que dão uma olhadinha aqui e ficam com dó dessa mocinha que escreve, e, sei lá, de vez em quando falam comigo (é tão bom não ouvir só o eco, hahah) ❤

que 2016 seja muito iluminado

beijocas o/