ballet em 360º

mano do céu, assiste isso (desculpa, não consegui incorporar o vídeo aqui)

eu tô aqui toda chorosa

olha o backstage!

olha a plateia!

olha o teto!

olha o chão!

oloco

♪♫ if you like pina… bausch

Acho que eu nunca postei aqui um dos meus amores.

Gosto tanto, mas tanto! ouço a música o dia inteiro! Amo esse figurino (mesmo pensando que teria que ser outra cor pra mim); amo a parte do corpo de baile; amo a parte das solistas; amo a parte principal – a Marie-Agnès tá divina!-. Dá vontade de ser qualquer um nessa dança, até a cantora.

O que é louco, loko, é que eu não gosto de contemporâneo (peraí, pina é dança contemporânea ou moderna? pela data aqui que eu vi, presumo que é contemporânea. anyway). Sempre tive problemas com esse estilo de dança. Vai ver era a qualidade que falta nas produções que vi. Era tudo tão do mesmo, umas expressões vazias de significado, e uns nomes muito piegas. haha.

Não sei, talvez um dia eu saiba apreciá-los. Enquanto isso, eu fico com a pina col.. ah, quer dizer, com a Pina Bausch mesmo.

Sal

Tenho pensado nesse assunto há um tempo, mas não sei se tá maduro pra virar post. Vou escrever mesmo assim, daí a gente discute e amadurece isso, pode ser?

Bem, ballet é sobre contar histórias. Pra isso, usa-se o corpo, o rosto, os movimentos. Ninguém fala nada.

Há os personagens. Cada um tem sua história dentro da história, cada um tem uma personalidade.

Há também os bailarinos. Cada um tem seu estilo e suas características.

Juntando isso tudo, a gente tem a encenação. Esse conjunto tem que estar bem afinadinho pra plateia ter noção do que está acontecendo.

Daí eu me pergunto: o quanto do estilo/característica do bailarino que representa X personagem ~pode~ afetar tal personagem?

Por exemplo, se Gisele é do interiô, inocente, e tem problemas de coração – e isso é importante pra história – não interessa o quão virtuose é a bailarina… ela não tem que se portar como tal?

É uma pergunta mesmo.

Não dá pra sair colocando qualquer tempero em qualquer personagem.

Eu acho.

Não tenho certeza.

Masss, o bailarino também tem ~direito~ de se expressar no personagem, non? Também não acho que seja possível se anular totalmente. A encenação só vai parecer real se houver realidade nela – as experiências do próprio bailarino.

Mas também não é todo tipo de carne que combina com determinado tempero.

Enfim, reflexões.

Já estaria na escola

Há exatos seis anos, criei este blog. Se fosse um bebê nascendo nessa data, hoje ele já estaria na escolinha, de mochila e lancheira com suquinho de maçã. 

Lembro que eu morria de medo das Pessoas da Internet TM. Eu era uma adolescente muito inocente, fina flor do campo. Hoje em dia, as pessoas sabem até a cor das minhas calcinhas. Saberiam mais, se eu postasse com frequência. Peço perdão pelo vacilo.

Comemorei cinco aniversários aqui, três apresentações, acho que falei de três sapatilhas que tive, duas vezes que torci o pé e trocentas decepções/alegrias. Saí, voltei, saí, voltei, saí, VOLTEI EBA, e cá estão vocês ouvindo tudo. Migos seus locos.

Fiz amizades, graças a Deus. Descobri um monte de blog, site, ballets, histórias, truques, técnicas, definições, regras, bailarinos incríveis, compartilhei de um tudo com vocês e vocês comigo.

Que filho fofo a gente fez!

Muitíssimo obrigada!❤❤❤

Agora, meio minuto de entrechat six porque um pas de six é muito cliché 

flertamos e voltamos

Amigos romanos conterrâneos, 

TO NO BALLET DE NOVO! *Crowd clapping* *people crying* *president proud of me*

Sim, estou feliz!

É aula de uma vez por semana, toda segunda. É um tiquinho abaixo do nível que eu parei, mas tudo bem. Não tô com condições de fazer aquela aula mesmo, hehe.

Já se foram duas aulas, mas esperei porque queria uma foTO DECENTE COM MINHA SAPATILHA E MEIA-CALÇA TONALIZADAS

ME BELISQUE ESTOUL SONHANDO

De longe, nem dá pra perceber a diferença. Me senti tão bem! O post sobre meia-calça vai sair simmmmm, esperem só mais um pouquinho. 

Era só isso mesmo, um posto rapidíssimo pra espalhar a novidade 😊

Beijocas!

21

Meu aniversário já passou, sim.  E eu vou usar aquela velha desculpa da falta de tempo.

MASSSS, cá estou eu! eee!

Esse ano, resolvi me dar de presente uma semana em SP, porque da outra vez que fui fiquei só um tiquinho e não aproveitei. E não vou mentir: um dos motivos de voltar (além da cidade ser maravilósa) era poder conhecer minha fadinha, a Cássia!

Uma semana depois do meu cumpleãnos, lá fui eu. E conheci a Cássia no dia seguinte. Foi um dia tão legal, tão maluco! Ela é menorzinha do que eu esperava, mas é fofa como eu conhecia mesmo. TÁ AÍ, CASSINHA? TE NHAMO!❤

Umas fota agora pra provar que não é história de pescador

tem ballet em sp!

obrigadinha a todo mundo que ainda passa por aqui. OI, SARAH! BJO!

Para não dizer que sou eu quem diz…

Comprei o livro Tatiana Leskova – uma bailarina solta no mundo, de Suzana Braga (Globo, 2010). Finalmente um livro de ballet, hehe! Pra quem não conhece, Tatiana ajudou a escrever a história da dança no Brasil. O livro conta a história dela desde seus bisavós, figurões importantes, até.. bem, não terminei de ler.

Ainda bem que esse post não é uma resenha. É só pra registrar que concordo com Tatiana quando ela diz que

[…] O grande problema de hoje é a falta de cultura. São pessoas com técnicas limpas, às vezes lindas, mas sem conhecimento. Então ficam incapazes de expressar algo, sem emoção, são bailarinos ocos.

Suzana Braga, 2010, p. 190

 

Pois a gente vem dizendo há tempos, né, madame Leskova?!

Procrastinação

Uma coisa que eu gosto muito de fazer é, quando estou atolada de tarefas de todos os tipos, fazer uma totalmente sem importância na hierarquia. Tipo tirar um cochilo de seis horas, fazer um faxinão no quarto, costurar uma saia, fazer um post engraçadinho pro blog, etc.

Eu tava escrevendo o post sobre meia-calça, MANS ele tava muito brabo. Pedi conselhos à minha fada madrinha, armazenei tudinho e agora tô esperando ficar maduro. Já já sai.

Então dia desses eu tava pensando nas protagonistas dos ballet que a gente ama. E eu também sou doida nos signos (mas, gentemm, não sei muito sobre isso não. pra saber direitinho tem que estudar, e eu tô correndo de estudar sem ser o que devo esse semestre). Resolvi brincar um pouquinho com tudo isso porque, bem, eu tô procrastinando.

aries-01

É porque é barraqueira e ciumenta. Hahah, brincadeira!
Não, é por isso mesmo.

touro-01

Todo mundo sabe que taurino ama comer (o tio dela sabe), e ele leva a moça pra um REINO DE DOCES! Mas quem não quereria, né non?

gemeos-01

Gêmeos tão sempre mudando (assunto, opinião, humor),
Odette tá sempre mudando (princesa, cisne, princesa, cisne).

cancer-01

Fia, mas imagina o chororô! Heheh. É porque ela tem muito amô pra dar.

leao-01Bixa dramática que é sempre o centro das atenções.
O que é aquela entrance dela? EXIBIDA. Amo❤

virgem-01Desculpa, mas com ela é tudo nos trinques, tudo perfeito.
Já viu a última variação? É disso que tô falando.

libra-01A que vai atrás do que é mais bonito. A charmosa. A mais cute.

escorpiao-01Escorpião é tudo safado. Sem mais.

sagita-01Sagitarianas são divertidas e espontâneas. Lise devia ter mais de trinta
pra já ter casado, porque essas não são moles de agarrar.

caprica-01Capricórnio é sempre a que venceu na vida. Quem era cigana
e ganhou uma fortuna de herança? PAQUITA!

aquario-01Sei bem. Cê tem um caso com o cara lá, aí cê morre, e aí cê aparece
pro cara depois de um ópiozinho? Tamo de olho, aquariana.

peixes-01A iludida do amor eterno, do príncipe perfeito.
Gente, cês são umas fofas, continuem.

°°°

Digam aí qual o signo e o ballet de vocês, quero ver se acertei, hahah!

Cabeças

 

Simplesmente amo o jeito que a Dorothée usa as cabeças nessa variação

ou então, da Marianela nessa

e percebi que as cabeças são o X* da técnica.

Eu acho difícil coordenar a cabeça com o movimento, principalmente no pas de basque, haha. Particularmente, não uso muitas (mea culpa) e quando danço, é mais a cabeça que eu quero mesmo. Acho que até exagero um pouco, mas olha só meu tamanho! não dá pra evitar muito, hehe. Enfim…

A bailarina que tem a técnica perfeita, e a cabeça de técnica perfeita, me parece seca demais. Sabe? cabeça de ecarté, de devant, de degagé, de sei lá o qué. E também, quando ela sai muito direto de uma pra outra. Entendeu? Técnica demais. Nhá, não gosto não.

 

O que vai fazer parecer que é dança, e não uns exercícios repetidos em aula? Eu acho que a cabeça.

 

°°°

* X? É, não achei a palavra que queria. É tipo, o must, o diferencial, o excellence, sei lá. Um dia eu acho essa palavra e substituo. aceito sugestões.